terça-feira, 2 de setembro de 2008


É a noite que cai,
em meus braços um abraço se retrai
e chora
não compreendo, que sentes?
A perda é forte
mas continuo aqui
não me vês,
mas podes sentir-me a olhar por ti!
não tive tempo para despedidas,
foi apenas um até já
que transformou a solidão em
Saudade!

**Dedicado a um amigo!

2 comentários:

Carlos disse...

Os amigos são pérolas que reluzem sempre, mesmo quando por este ou aquele motivo partiram.
é bonito este teu tributo ao amigo



Abraço

Jorge Cardoso disse...

quem é esse amigo tão especial? posso saber mano?!

Bom! Muito Bom!!!